Canal Seguro: paciente deve participar da tomada de decisão durante consulta médica

04 de Janeiro de 2018

Canal Seguro: paciente deve participar da tomada de decisão durante consulta médica

A presidente da FenaSaúde recomenda que beneficiários participem, ao lado dos médicos, das decisões tomadas sobre cuidados com sua saúde

O combate a desperdícios na Saúde Suplementar do Brasil tem sido amplamente defendido pela Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde), entidade que representa as maiores operadoras de planos de saúde no País. Para aperfeiçoar as práticas e manter a sustentabilidade do segmento, é importante que os beneficiários estejam conscientes de que podem e devem participar das decisões tomadas durante as consultas médicas. É o que explica a presidente da FenaSaúde, Solange Beatriz Palheiro Mendes, em novo episódio do programa “Fique Seguro”, do Canal Seguro, no YouTube.

“Pergunte se o exame, ou até mesmo uma cirurgia que o médico recomenda, é mesmo necessário ou se existem alternativas mais simples, seguras e menos invasivas. Saiba quais os efeitos colaterais do medicamento ou do exame prescrito e o que acontece se você não tratar o problema daquela maneira. Também se informe sobre os custos do tratamento”, afirma Solange Beatriz Mendes. Para ela, não se trata de questionar o profissional de saúde, mas sim de motivar os pacientes a buscar o máximo de informações sobre os procedimentos aos quais estão sendo submetidos.

A executiva alerta ainda que a realização de procedimentos desnecessários pode causar danos físicos e psicológicos aos pacientes, com risco de desencadear sequelas para o resto da vida. Visando popularizar os conhecimentos sobre o tema, a Federação trabalha a comunicação com os consumidores, buscando sempre despertar o interesse das pessoas.

*Permitida a reprodução desse material, desde que citada a fonte
© Copyright 2016 | FenaSaúde | Rua Senador Dantas 74, 8º andar - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20031-205 | Tel. 21 2510 7777