Voltar ao topo

FenaSaúde realiza workshops com a ANS

Eventos promovem melhor entendimento da regulação do setor

01 de Novembro de 2019 - Eventos

Com objetivo de aproximar as áreas técnicas da Agencia Nacional de Saúde Suplementar (ANS) com a equipe técnica das empresas associadas à FenaSaúde, a Federação Nacional de Saúde Suplementar realizou em 30 de outubro, no Rio de Janeiro, um workshop técnico com a participação da diretoria de Desenvolvimento Setorial da ANS.

O evento foi aberto pelo superintende da FenaSaúde, Sandro Leal, e pelo diretor da ANS Rodrigo Rodrigues de Aguiar e contou com a presença de representantes das comissões técnica, de relacionamento com prestadores e do grupo técnico do Comitê de Comitê de Padronização das Informações em Saúde Suplementar (GT Copiss) da FenaSaúde, além de outros colaboradores das associadas da FenaSaúde.

Pela ANS, estiveram presentes, além o diretor Rodrigo Aguiar e do diretor-adjunto Daniel Pereira, os seguintes técnicos da Agência: a gerente de Estímulo à Inovação e Avaliação da Qualidade Setorial, Ana Paula Silva Cavalcante; a gerente de Padronização, Interoperabilidade e Análise de Informação, Celina Oliveira; a coordenadora Renata Maciel; a coordenadora Rosana Neves e a especialista Conceição Gomes.

“O evento atingiu o objetivo de promover um melhor entendimento da regulação do setor, esclarecendo dúvidas conceituais e operacionais sobre os temas apresentados”, avaliou Sandro Leal.

No workshop, a ANS adiantou a necessidade, na sua visão, de revisão da norma que estabelece critérios para a contratualização entre operadoras e prestadores de serviços. Entre os desafios próximos estão o envio de dados e informações para o IDSS ano-base 2018, bem como a futura implementação do novo SIB.

No dia 16 de outubro foi realizado outro workshop, dessa vez com a Diretoria de Normas e Habilitação das Operadoras da ANS, contando com representantes das comissões Contábil, Solvência e Técnica da FenaSaúde. Entre os representantes da ANS, estiveram presentes o gerente geral de Acompanhamento das Operadoras e Mercado,  Bruno Rodrigues; o gerente de Habilitação e Estudos de Mercado, Washington Oliveira Alves; a técnica da gerência de Habilitação e Estudos de Mercado, Tatiana Aranovich;  o técnico da gerência Geral de Acompanhamento das Operadoras e Mercado, Thiago Barata; e o técnico Kelmo Gavião, da gerência Geral de Acompanhamento das Operadoras e Mercado.

“O feedback que obtivemos, tanto da ANS quanto das associadas, foi que consideraram o debate muito profícuo, técnico e de alto nível, permitindo a troca de informações e esclarecimentos de dúvidas. Conceitos técnicos, atuariais e contábeis foram amplamente debatidos. Como desafios, teremos pela frente a implantação do IFRS 17, que tem mobilizado as empresas em geral, auditorias e a própria ANS. Estabelecemos um diálogo permanente para a avaliação do impacto dessa implementação e exigirá elevada capacitação técnica das empresas”, concluiu Sandro Leal.

CONTEÚDOS RELACIONADOS