Voltar ao topo

Câncer tem remédio. E os planos de saúde já cobrem!

03 de Agosto de 2021 - Planos de Saúde

O Congresso Nacional está para analisar o veto ao Projeto de Lei 6330, que prevê incorporação automática dos medicamentos orais contra o câncer na cobertura dos planos de saúde, logo após o registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

O tema é bastante sensível e afeta tanto quem trata um câncer quanto seus parentes, portanto merece uma discussão profunda – principalmente porque não atende aos interesses dos brasileiros.

O principal problema é que o projeto elimina a ATS (Avaliação em Tecnologias em Saúde), um processo rigoroso adotado no Brasil e nos principais sistemas de saúde do mundo: Europa, EUA, Austrália, Canadá.

Com essa análise, só são aprovadas tecnologias que demonstrem ganhos terapêuticos aos pacientes – ou seja, comprovem ser melhores que as opções disponíveis. Só que, se o projeto se tornar lei, serão liberados produtos que já foram reprovados no Brasil, no Canadá e no Reino Unido, por exemplo.

A aprovação do projeto também cria uma classe de privilegiados no Brasil, já que libera medicamentos só para quem tem plano de saúde. Mais de 160 milhões de pessoas, que dependem do SUS, ficaram de fora.

Quem possui convênio médico já conta com tratamento para todos os tipos de câncer: tem cobertura para todos os medicamentos infusionais, para todos os 58 medicamentos de uso oral aprovados pela ANS, para cirurgias e outras terapias.

Se o medicamento é seguro, foi atestado e faz bem ao paciente, pode ter certeza: o plano de saúde cobre.

O veto ao projeto de lei é bom para todos os brasileiros. Eliminar a Avaliação de Tecnologias em Saúde tiraria o Brasil do grupo de países mais avançados do mundo no combate ao câncer.

Veja no arquivo abaixo os principais problemas do projeto e descubra por que ele é ruim para você e para o país.

>> Clique aqui para acessar o PDF com mais esclarecimentos sobre o tema.

 

 

CONTEÚDOS RELACIONADOS

© Copyright - CNseg

© Copyright - FenSeg

© Copyright - FenaPrevi

© Copyright - FenaSaúde

© Copyright - FenaCap

© Copyright - Educação em Seguros

© Copyright - Poder Público